FUTURO

SIRI_cred.Julie Artacho4

A carreira artística da Siri

11 de dezembro de 2017

A assistente pessoal do iOS já participou desde séries na televisão até duetos com cantores consagrados

 

Em cartaz no teatro do instituto Oi Futuro, no Flamengo, até o dia 17 de dezembro, o espetáculo canadense SIRI explora a relação do homem com a tecnologia ao refletir no palco sobre o uso da assistente pessoal do celular, Siri, para temas como intimidade, corpo, memória e sede de espiritualidade. Inédita no Brasil, a montagem dos artistas canadenses Laurence Dauphinais e Maxime Carboneau mostra que a Siri não é apenas um programa para cumprir tarefas pessoais como um assistente ou um guia GPS, ela foi criada para manter conversas com humor e naturalidade. Exatamente como uma pessoa real. E já que ela é tema de peça de teatro, por que não mostrar todas as vezes em que esta assistente pessoal foi muito além da tela do celular? Confira aqui cinco vezes em que a Siri mostrou que como um programa de computador, ela é uma excelente artista:

 

- Quando ela seduziu o Raj, o nerd hindu do seriado The Big Bang Theory

Em um episódio da série de televisão norte-americana The Big Bang Theory, a Siri flerta com o personagem Raj, vivido pelo ator inglês Kunal Nayyar. Na trama, Raj é conhecido por ser um jovem estudante nerd que tem dificuldades de se relacionar com as mulheres, por isso ele se encanta pela assistente pessoal do seu celular a ponto de pedi-la que o chame apenas através do apelido “Sexy”. O flerte entre os dois caminha através de trocas de mensagens de voz até que Raj chega a sonhar que está conhecendo a Siri de verdade personificada em uma bela mulher.

 

- Quando ela serviu de inspiração para o filme Her

Lançado em 2013 e estrelado pelo ator porto-riquenho Joaquin Phoenix, Her é um filme que conta a história de um homem que desenvolve uma relação com Samantha, a assistente pessoal do seu computador. Com uma voz feminina e muita personalidade, ela conduz a trama de maneira a fazer com que Joaquin se apaixone por ela, lançando mão assim de uma discussão sobre o homem contemporâneo e a sua relação com a tecnologia. O filme é dirigido pelo diretor americano Spike Jonze, ganhou em 2014 o Oscar de Melhor Roteiro Original e teve uma inspiração clara na Siri.

 

- Quando ela fez um dueto com Tom Jobim ao cantar Garota de Ipanema

Conhecido por seus mash ups pra lá de pitorescos e originais, o DJ paulistano Raphael Bertazi já misturou Oasis e Ivete Sangalo, Ramones e Xuxa e também a Siri com o cantor Tom Jobim. Foi através da rede social Sound Cloud que ele publicou a montagem da canção “Garota de Ipanema” para uma base de mais de dez mil seguidores! Confira aqui a íntegra da música que foi toda gravada com sons do telefone celular:

 

- Quando a ela fez um anúncio com o “The Rock”

Lançado em agosto desse ano, o comercial da Apple estrelado pelo ator e lutador americano Dwayne Johnson, conhecido como The Rock, mostra como a assistente pessoal ajuda-o a cumprir as diversas tarefas do seu dia. O astro contracena com a Siri pedindo informações de todos os tipos para que tarefas de ação possam ser executadas.

 

- E assim como grande parte das estrelas, ela também já se envolveu em uma polêmica

Em 2016 a cantora norte-americana Barbra Streisand se incomodou tanto com a forma como a Siri pronunciava seu sobrenome – o S do meio sempre sai com som de Z, quando na verdade deveria ser com de S mesmo – que para resolver de vez essa questão ela ligou diretamente para o CEO da Apple Tim Cook e expôs o problema para ele. Tim foi bem receptivo e chegou a dar uma entrevista na época ao site de notícias NPR contando a história.