FUTURO

streaming-oi-futuro (1)

Acompanhe via streaming a palestra do antropólogo argentino Néstor García Canclini

13 de abril de 2015

Pesquisador da pós‐modernidade e da cultura latino‐americana, Néstor García Canclini concede uma palestra amanhã, às 19h30, no Oi Futuro Flamengo, com entrada gratuita. Para quem não puder estar presente fisicamente no local, uma solução: a conferência “Criativos, precários, interculturais” será transmitida ao vivo em streaming. Para acompanhar, basta apertar play no vídeo acima.

A palestra faz parte do ciclo “O ato criador”, composto por 12 seminários. Coube ao premiado antropólogo argentino radicado no México dar início à programação.

Esta é a 5° edição de uma série de ciclos, realizados desde 2006, no Oi Futuro, patrocinados pela Oi, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura pela Secretaria de Estado de Cultura do Rio, sob a curadoria e supervisão da atriz, jornalista e gestora cultural Ana Lúcia Pardo. Além de Canclini, o ciclo contará com a participação de teóricos, artistas e gestores de diversas áreas do pensamento, da cultura e das artes, numa extensa programação que vai de abril a setembro de 2015.

Um pouco da história

 O Ato Criador dá continuidade e desdobramento a um processo que se iniciou em 2006 com A Teatralidade do Humano, resultando em livro homônimo, publicado com as Edições Sesc SP, em 2010. Logo depois, em sua segunda edição, o painel teve como tema principal “Subjetividades e Políticas da Cena e do Mundo”. Na 3ª edição, que levou o nome de Ciclo InterAgir – Na rua, na Rede, na Cena Contemporânea, os debates giraram em torno de novas tecnologias e cultura. Já na 4ª edição, em Espaços de Reencantamento, Afetos e Utopias de um Novo Mundo, os afetos e utopias eram o centro dos debates propostos.

Desta vez, o Ciclo O Ato Criador tem a proposta de refletir e debater sobre a experiência do ato criador e seus múltiplos atores e práticas como potência de transformação.

Bio

Néstor Garcia Canclini é pesquisador emérito do Sistema Nacional de Pesquisadores do México e Doutor em Filosofia nas Universidades de Paris e La Plata. Já lecionou em Austin, Duke, Stanford, Barcelona, Buenos Aires e São Paulo. Acumula os prêmios de Assay Award, da Casa das Américas em reconhecimento pelo livro Las Culturas Populares en el capitalismo; Book Award , concedido pelo Latin American Studies Association para a obra Culturas Híbridas – Estratégias para entrar e sair da modernidade, considerado o livro do ano em 2002 sobre a América Latina. Foi ganhador de uma bolsa de estudos em Guggenheim, e ainda publicou os livros Consumidores e Cidadãos Latino-americanos em busca de um lugar neste século e Diferentes, desiguais e desconectados, entre outros.