FUTURO

^144C256D51E93772671BE83C8A956170BB87701B2B3EE7DD36^pimgpsh_fullsize_distr

Alunas do NAVE Recife vão representar o Brasil em competição internacional

10 de junho de 2015

O NAVE Recife tem cada vez mais motivos para comemorar! Isso porque as alunas Leonor Victória, Jacqueline Alves, Jaqueline Rodrigues, Gabrielle Lopes e Sâmara Oliveira, que desenvolveram o game  “The Last Drop”, tiveram seu jogo selecionado para a final do Technovation Challenge 2015, concurso que acontece em São Francisco, nos Estados Unidos.

Com o objetivo de conscientizar crianças de 5 a 12 anos sobre o uso da água, o game, disponível para a plataforma Android, chamou a atenção do prêmio norte-americano, que incentiva garotas a seguir carreira em áreas relacionadas à tecnologia.

Para participar do concurso, a equipe teve que identificar um problema da comunidade e criar um aplicativo sobre isso. “Escolhemos a água, pois é uma realidade nossa e um problema mundial também”, conta Gabrielle Lopes. “Escolhemos criar um jogo porque se torna uma opção mais divertida e educativa ao mesmo tempo”.  A iniciativa deu tão certo que agora o grupo representará o Brasil na competição internacional.

O páreo não é fácil: as pernambucanas vão disputar contra outras seis equipes da Nigéria, Índia e Estados Unidos. Mas a conquista do prêmio não é o principal objetivo das brasileiras. “A gente espera mesmo adquirir aprendizado e experiência”, garante a aluna.

O reconhecimento, aliás, já chegou. As  jovens estão com a agenda de entrevistas cheia e já foram destaque na mídia, como em programas jornalísticos da TV Globo e na “Folha de Pernambuco”. Elas, inclusive, receberam uma homenagem do governo do estado.

As alunas reconhecem que o apoio do NAVE Recife foi fundamental na criação do game. “Acreditamos que não seria possível desenvolver um jogo se estudássemos em outra instituição”, diz Gabrielle.

“Antes de entrarmos no curso, nossa relação com a tecnologia era a mesma do que com qualquer outra pessoa. Éramos somente usuárias, mas no curso começamos a fazer parte desse mundo”, conta Jacqueline Alves. A estudante ainda completa, “passamos de meramente usuárias para desenvolvedoras”.

As jovens embarcam rumo à Califórnia, neste mês, para apresentar “The Last Drop” no Technovation Challenge 2015. Para Jacqueline, o projeto reúne pontos importantes na vida das garotas. “Além de incentivar as mulheres a seguirem na área, a proposta mostra que é possível unir educação, diversão e tecnologia, e a possibilidade de ajudar a sociedade por meio dela”, aponta. Enquanto aguardam o grande dia, Gabrielle planeja, “a gente espera que tudo ocorra bem. Se possível, vamos trazer o prêmio para casa”.