FUTURO

20117101_1813751841971477_3612976462218533435_o

Conheça os programas de incubação e aceleração do Labora

20 de julho de 2017

Lançado nesta semana, o Labora, nosso Laboratório de Inovação Social, é um ambiente de conexão, aprendizagem e criação para organizações e empreendedores comprometidos com a transformação de impacto. Em parceria com a Yunus Negócios Sociais e com o Instituto Ekloos, o Labora oferece programas de incubação e aceleração para projetos e negócios sociais em diferentes fases de maturação e perfil empreendedor. A proposta é impulsionar o desenvolvimento de soluções de impacto para os problemas das cidades.

Labora + Yunus Negócios Sociais

Junto com a Yunus Negócios Sociais, o Labora vai ajudar na formação de negócios sociais no Rio, São Paulo, Belo Horizonte e Recife. Foram selecionados cinco empreendimentos: 818 Energia Solar (Rio de Janeiro), Diáspora Black (Rio de Janeiro), Spindow (São Paulo), Malalai Tecnologia de Segurança (Belo Horizonte) e Recicletool (Recife).

Projetos LABORA

Apresentação dos projetos que serão acelerados pelo Labora

 

O programa prevê três encontros presenciais no Oi Futuro, de julho a setembro, além de mentorias semanais com os empreendedores selecionados. O objetivo dessa iniciativa é beneficiar empreendimentos inovadores que buscam a melhoria da condição de vida das pessoas nas cidades, sejam autossustentáveis financeiramente e que utilizem o lucro apenas para a expansão do próprio negócio.

O processo de escolha levou em conta o potencial de impacto social/ambiental, a perspectiva de sustentabilidade financeira escaláveis e replicáveis, o empreendedor e a equipe, o modelo de negócios, seu potencial de promover mudanças, e se ele tem potencialidade para ser replicado em escala em outros locais. Também foram consideradas a tecnologia utilizada e a urgência do problema social e potencial do negócio.

Labora + Instituto Ekloos

Em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura do Rio de Janeiro, o Labora e o  Instituto Ekloos lançaram um edital para incubar 15 projetos sociais e acelerar outros cinco negócios sociais na área cultural, apoiando o desenvolvimento e a inovação do mercado cultural fluminense. Os nomes selecionados serão divulgados até setembro, e neste mesmo mês as mentorias vão começar, indo até maio de 2018.

Também estão previstos cursos de formação em novembro de 2017 e março de 2018 para até 100 organizações sem fins lucrativos. O objetivo é impulsionar a concretização de boas ideias na área de cultura. A formação em gestão é fundamental para que as ações culturais aconteçam, sejam percebidas no território em que são realizadas, e replicadas para além deste território.

As inscrições podem ser feitas no site do Instituto Ekloos até o dia 8 de agosto.