FUTURO

IMG_3891

EMILY MARE, A JUDOCA CAMPEÃ

4 de maio de 2015

A cidade de Santana do Paraíso, no interior de Minas Gerais, vê brilhar uma nova estrela: a judoca Emily Mare, de 14 anos, que neste ano foi selecionada para participar do Campeonato Brasileiro de Judô na categoria sub-15. Ela é uma das atletas do projeto “Esporte + Educação = Cidadania”, apoiado pelo Oi Futuro, através do Programa Oi de Patrocínio Esportivo Incentivado.

Fruto de treino, disciplina, determinação e de participação em campeonatos regionais, Emily conquistou a vaga no Brasileiro ao ser campeã de um torneio-início em Belo Horizonte. “Foi muito difícil, tive que treinar muito”, conta a judoca, que venceu sua adversária na final com dois ippons, o golpe que mais rende pontos na modalidade.

Emily Mare é uma das atletas do IBIS (Instituto Brasil Igualdade Social), que oferece atividade esportiva a crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social no município de Santana do Paraíso. Apesar de se destacar acumulando mais resultados positivos, ela não é a única com potencial. “Temos muita gente aqui com capacidade de ganhar medalhas. Os campeões são formados cada vez mais em projetos sociais”, explica o treinador Rodrigo Góis.

IMG_3893

Para ele, Emily tem algo especial. “Ela é concentrada, tem um objetivo e potencial para chegar aonde quer”, diz. E o reconhecimento já está vindo. “Ela é referência no bairro, chega lá com uma medalha e deixa o pessoal louco”, conta o técnico.

Desde os dez anos no judô, a estudante já incorpora a prática esportiva no seu dia a dia. “Hoje o judô é a minha vida”, diz. Ela ainda se orgulha dostreinos terem ajudado em seu desempenho na escola. “Minhas notas melhoraram muito, minha mãe está muito feliz”, conta a estudante, que está na oitava série.

O técnico Rodrigo Góis também vê essa mudança em outros jovens atendidos pelo programa. “Estamos tirando crianças e adolescentes da rua, da criminalidade, e inserindo na filosofia do judô. Se não fosse o judô, esses garotos estariam perdidos”, analisa, aproveitando para ressaltar a importância do apoio do Programa Oi de Patrocínio Esportivo Incentivado. “A Oi tem sido pai e mãe desses meninos. Somos um diferencial muito grande para uma população que não tem muitos recursos”.

Para além de participar de campeonatos e ganhar medalhas, acredita que o esporte é capaz de promover outras mudanças em sua vida: “O judô me torna um ser humano melhor e, me ajuda a fazer as coisas certas”.

O Oi Futuro acredita na possibilidade de construir novas realidades sociais com base em atividades esportivas que promovam a melhoria da qualidade de vida e da saúde do indivíduo, valorizando a acessibilidade e a diversidade. Mais do que formar atletas, o Oi Futuro busca formar cidadãos.