FUTURO

_DSC5219

Humans of NAVE | Programação é <3

30 de setembro de 2016

Letrinhas indecifráveis, cálculos infinitos e um universo masculino. Pode parar por aí! Programação não é nada disso. As cinco alunas do curso no NAVE podem te explicar melhor: programação é muito sentimento envolvido.

Fabieli, Nicole, Talita, Milena e Thaís (que não está nas fotos por um motivo nobre: ela estava no SB Games com outros alunos) estão no terceiro ano e algumas tiveram suas dúvidas sobre a escolha do curso, mas com o incentivo de colegas elas entraram de cabeça nesse desafio. E é justamente assim que elas se sentem: constantemente desafiadas.
“Programação mistura muito sentimentos”, diz Milena ao explicar que cada erro gera uma frustração muito grande, mas ao mesmo tempo dá o gás para que novas descobertas sejam feitas. Acertar um código, encontrar o erro ou finalizar um projeto causam uma alegria descrita por elas como “incrível”.

Poucas foram as vezes que elas trabalharam juntas, afinal, se misturam com os meninos de forma absolutamente natural. Juntas elas participaram do Technovation, uma competição só para meninas desenvolvedoras. #GirlPower

Elas também criaram o Sprinkle, um app que te ajuda a lembrar de cuidar das plantas de casa através de dicas e notificações no celular de quando regá-las. A gente avisa quando estiver disponível nas lojas de aplicativo. ;)

Daqui pra frente elas ainda não sabem o que vai acontecer. No meio de tantas dúvidas, Milena pensa em cursar Ciência da Computação e Talita quer Ciências Sociais, e ela sabe: “Vou para a parte antropológica. Para elas, o estudo da programação é essencial para o desenvolvimento de um raciocínio lógico e da empatia: “Quando a gente programa estamos pensando na experiência do outro. Temos que nos colocar no lugar da outra pessoa.”. Fabieli, por exemplo, quer ser médica. Para ela, o constante contato com a inovação vai fazer diferença lá na frente.
Hoje são elas que fazem diferença como uma referência para outras alunas. Voem, meninas!

_DSC5261 ok