FUTURO

Jair_Naves_por_Patrícia_Caggegi_004

Jair Naves mostra segundo disco solo no Oi Futuro Ipanema

23 de julho de 2015

“Minha composição é sempre meio inconsciente, nem eu mesmo sei de onde surge”, assim Jair Naves define o processo que o levou a “Trovões a Me Atingir”, seu segundo disco solo, que ganha lançamento no Rio sob o palco do Oi Futuro Ipanema. Os shows fazem parte do projeto Levada 2015 e acontecem sexta (24) e sábado (25), às 21h.

Financiado pelos fãs, o novo álbum segue o exemplo de “E Você Se Sente Numa Cela Escura, Planejando a Fuga, Cavando o Chão com as Próprias Unhas”, com boas críticas e canções bem recebidas pelo público que, em grande parte, acompanha Jair desde Ludovic, extinta banda do brasiliense.

A carreira solo, entretanto, é acompanhada por convidados que aparecem em “Trovões a Me Atingir”. Entre eles, Bárbara Eugenia e  Beto Mejia (Móveis Coloniais de Acaju).

“Eu gravo e faço shows com muito mais gente do que nos tempos de banda. A mudança é que agora assumo mais responsabilidades. Se o disco dá certo ou errado, tenho de lidar com isso sozinho”, conta Jair.

Segundo o compositor, o disco mais recente mostra sua relação com São Paulo, cidade que o acolheu aos oito anos. “Gosto de falar sobre a hostilidade dessa cidade, embora eu a ame”, diz. Durante a criação do novo trabalho, Jair também  era influenciado por artistas nacionais, como Raul Seixas (especialmente em “Guita”) e Valter Franco (destaque para o álbum “Revolver”).

Quer saber o que Jair mais ouviu entre 2013 e 2014, período em que produziu o novo álbum? Veja a playlist especial do músico!

Valter Franco – Feito Gente

 

Fiona Apple – Every Single Night

 

Raul Seixas – Guita

 

Lar Carne – Desconhece o rumo mas se vai

Sun Kilmoon

 

 

E veja o recado deixado por Jair para os fãs do Rio!

 

*A meia entrada é vendida somente com a apresentação da carteirinha e/ou documentos de identificação no ato da compra

Sexta e sábado, 21h | Teatro

Entrada: R$ 20,00* | Classificação etária: 14 anos