FUTURO

01.HIGHRISE

Mostra BUG leva narrativas imersivas e interativas ao Centro Cultural Oi Futuro

7 de agosto de 2018

Uma imersão no universo das novas narrativas, ainda pouco conhecidas e experimentadas no Brasil, é o eixo da Mostra BUG, que o Centro Cultural Oi Futuroabre 13 de agosto (segunda-feira), às 19h e fica em cartaz até o dia 9 de setembro. Com curadoria de André Paz, Julia Salles e Arnau Grifeu, a mostra combina exposição com conferência internacional, que apresenta formas inéditas de contar, provocar e viver histórias em novas plataformas. São poéticas alternativas e promessas de novos gêneros e linguagens.

As narrativas interativas e imersivas são apresentadas ao público em forma de webdocumentário, documentários interativos, vídeos 360, animação em realidade virtual, narrativa em realidade aumentada, realidade virtual, mapas de som, instalação transmídia [estação interativa + celular], em websites, celulares, tablets, computador com ou sem óculos 3D [realidade virtual]. Ao todo, são quase 50 conteúdos que fazem referência aos principais polos criativos internacionais e à produção promissora do cenário brasileiro, com foco em não ficção e na abordagem antropológica dos conteúdos.

Entre os conteúdos apresentados, estão um inventário dos sons dos sinos de cidades históricas de Minas Gerais, uma viagem à Amazônia do ponto de vista de um índio com narração de Marcos Palmeira e uma viagem à África a partir da relação entre uma comunidade e os elefantes que vivem ao seu redor.

Também fazem parte da Mostra BUG a sobrecarga sensorial de uma autista de 15 anos na festa de aniversário da mãe; o depoimento de uma jovem sobre sua participação em uma gangue na Guatemala; e a apresentação de um programa voltado para o público infantojuvenil, em que se cria o desenrolar de histórias preexistentes.

BUG LAB – Conferência Internacional reúne pesquisadores e realizadores do Brasil e exterior

Com uma programação paralela à Mostra BUG, o BUG Lab promoverá palestras, debates e oficinas de discussão sobre as novas narrativas com o uso da tecnologia, entre os dias 22 de agosto e 8 de setembro. Participam professores, pesquisadores e realizadores atuantes em universidades brasileiras e de Nova York, Massachussets, Montreal, Londres, Barcelona, Medellin e Valparaíso.