FUTURO

sayaka_kajita_ganz_757x426

NA COZINHA, NADA SE PERDE. TUDO SE TRANSFORMA.

12 de junho de 2012

O que você faria com utensílios  de plástico como copos, pratos, garfos etc? Um prato de macarrão, talvez?

A artista plástica japonesa  Sayaka Kajita transforma tudo isso em arte.

Ela cria figuras que possuem uma sensação de movimento tão impressionante que ficam no limite entre o orgânico e o artificial.

Mehor do que falar, é  ver. Confira algumas das obras abaixo:


Sayaka mostrou o processo de criação de uma de suas obras no seu atêlie. Dê o play abaixo e veja como a artista produz suas obras:http://www.youtube.com/watch?v=xlgk8UT0C3s&feature=player_embedded

E abaixo uma entrevista da artista para o portal Coletivo Verde [LINK]. Nela, Sayaka fala sobre o significado das obras e a relação com o descarte de materiais. Boa leitura:

Existe algum nome específico para a técnica que você usa na construção de suas esculturas? É algo que você desenvolveu ao longo do tempo ou é um tipo de arte inspirada em outros artistas?

O termo geral que tenho ouvido para este tipo de trabalho é upcycling, repurposing ou art eco, mas eu chamo de “reclaimed object sculptures” (esculturas de objetos recuperados). Eu costumava criar formas de animais com sucata. Há muitos outros artistas que trabalham com esse tipo de arte, por isso, tomei alguma inspiração deles. Os trabalhos com o plástico é algo que eu mesmo desenvolvi com o tempo enquanto eu era estudante e fazia pós-graduação.

Percebemos que você cria na maioria das vezes imagens orgânicas como esculturas de pássaros ou cavalos. Existe algum significado?

Quero retratar a vida e energia de animais em movimento, bem como outras formas naturais. O significado não vem necessariamente das formas de animais, mas sua energia e o efeito global criado por muitos objetos individuais. A mensagem que quero passar é que podemos criar algo belo e poderoso quando alinhamos nossas mentes na mesma direção, mesmo que haja pequenas diferenças e lacunas entre as pessoas.

Sayaka, normalmente a ideia da escultura já está pronta na sua cabeça antes de começar a trabalhar ou ela começa somente após que os materiais estejam coletados? Quanto tempo você demora para finalizar uma escultura?

Eu já tenho uma ideia na minha cabeça, e faço muita pesquisa preparatória antes de começar a trabalhar. Estou sempre coletando materiais independentemente de haver ou não algum projeto em mente.

Você considera a produção de suas esculturas, obras de arte sustentáveis, já que são produzidas de materiais descartados?

É sustentável no sentido que não estou consumindo novos materiais, e de usar itens que seriam provavelmente destinados ao lixo. No entanto, estou apenas interceptando esses objetos entre seu uso doméstico e ao momento que eles serão jogados fora. É tudo temporário. Estou ciente de que o plástico não vai durar para sempre, e que eventualmente o material vai se desintegrar e começar a rachar ou desmoronar.

É muito interessante à maneira como você desenvolve seus projetos. Existe alguma maneira de prever aonde cada peça irá se encaixar na escultura ou você a monta de maneira aleatória?
Meu processo é muito espontâneo, mas não aleatório. Existem no decorrer da criação, alguns itens que podem ser trocados, mas eu seleciono cada peça separadamente para compor alguma curva específica ou preencher a escultura em algum determinado comprimento. É como um quebra-cabeça, só que eu trabalho por trás de tudo. Eu começo com objetos individualmente selecionados e penso como eles podem se encaixar em conjunto para criar um todo que parece vivo.

A filosofia do xintoísmo japonês que acredita que os materiais descartados fora do tempo choram nas latas do lixo é muito bonita e inspiradora. Dos materiais que você recebe, existe alguma seleção para os que serão utilizados na escultura ou você gosta de usar absolutamente tudo o que é oferecido a transformar o objeto em arte?
Eu seleciono tudo e separo em grandes caixas de plástico dividias em tipos de materiais e cores. Existem objetos que passam várias vezes sem serem usados em uma escultura. Eu também costumo comprar objetos em alguns brechós, alguns itens específicos para poder usar em determinado espaço da minha criação. Na verdade eu gostaria de usar ainda mais materiais, mas muitas vezes dependo de formas mais precisas para compor alguns cantinhos ou para destacar certo efeito visual.

Por reutilizar na sua arte materiais descartados, você acredita que pode inspirar artistas a criarem projetos relacionados com a sustentabilidade?
Inspiração, eu acredito que seja mais bonita e impressionante quando vem de artistas que são motivados por pessoas, por razões pessoais e por motivos significantes.

12/06/2012 (Meio Ambiente – Imagens)

O que você faria com utensílios  de plástico como copos, pratos, garfos etc? Um prato de macarrão, talvez?

A artista plástica japonesa  Sayaka Kajita transforma tudo isso em arte.

Ela cria figuras que possuem uma sensação de movimento tão impressionante que ficam no limite entre o orgânico e o artificial.

Mehor do que falar, é  ver. Confira algumas das obras abaixo: