FUTURO

8077652709_1655dc6a5f_o

NAVE no Festival do Rio

30 de setembro de 2016

Além de apoiar o Festival do Rio, o Oi Futuro programou uma agenda imperdível de oficinas gratuitas para a Mostra Geração, segmento do festival voltado para jovens e crianças. Na programação, estão aulas de Storytelling para educadores, técnica da Jornada do Herói, Robótica no Cinema (Time-Lapse) e Roteiro de Games para o público em geral.
As oficinas serão realizadas por educadores do NAVE (Núcleo Avançado em Educação), programa de Ensino Médio Integrado Profissionalizante desenvolvido pelo Oi Futuro em parceria com as Secretarias de Estado de Educação do Rio de Janeiro e Pernambuco, que oferece ensino médio integrado ao profissionalizante com foco na produção de games, aplicativos e produtos audiovisuais.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas via e-mail para os seguintes endereços: mostrageracao@festivaldorio.com.br e pauloporto@festivaldorio.com.br.

Participe! A gente te conta o que vai rolar em cada oficina, os detalhes de data, localização e horários:

Programação Oficinas Geração 2016

Storytelling para educadores

Quinta-feira, 6/10, de 14h às 16h

Local: Sede do Festival, Av Rui Barbosa 762 , Flamengo

Público-alvo: educadores em geral

Participantes: 30

 

Descrição: A contação de histórias ao longo do tempo; o educador enquanto contador de histórias. Análise e composição de narrativas para diversas finalidades, com destaque para as potencialidades educativas da narração. Adaptação de conteúdos escolares ou não em diferentes formas narrativas.

 

Objetivos:

- Apresentar princípios básicos da construção narrativa através do Storytelling

- Estimular educadores a repensarem métodos e práticas escolares

- Compor histórias com finalidades educativas

 

 

Jornada do Herói

Quinta-feira, 6/10, de 14h às 16h

Local: Sede do Festival, Av Rui Barbosa 762 , Flamengo

Público-alvo: estudantes do Ensino Médio e público em geral

 

Descrição: Apresentar os 12 passos da técnica conhecida como Jornada do Herói aos estudantes, estimulando-os a comporem suas próprias narrativas enquanto aprendem.

 

Objetivos:

- Apresentar princípios básicos da construção narrativa através da Jornada do Herói

- Analisar narrativas consagradas que fazem uso da Jornada do Herói

- Estimular jovens a comporem narrativas próprias

 

 

Robótica no Cinema (Time-Lapse)

Segunda-feira, 10/10, de 14h às 16h

Local: Escola Estadual José Leite Lopes – NAVE, Rua Uruguai 204, Andaraí (próximo à estação do Metrô Uruguai)

Público-alvo: fãs de cinema que querem entender melhor como as coisas funcionam por detrás das câmeras, ou mesmo admiradores da robótica.

Participantes: de 10 a 15 (5 equipes de 2 ou 3 integrantes)

Consultores: José Vidal / Antoanne Pontes

 

Descrição: O cinema sempre teve ajuda de outras áreas, como a marcenaria montando cenários, as costureiras fazendo a construção dos figurinos, entre outras. Atualmente, com a evolução da tecnologia, o cinema vem introduzindo diversos recursos que facilitam a produção de seus filmes, desde a elaboração de cenários virtuais, personagens, sonorização, transmissão 3D e até mesmo câmeras com movimentos robóticos. Desta forma, vamos ver como a área da robótica está inserida no contexto, programando uma base para uma câmera fazer vídeos em time­lapse com movimento controlado.

Objetivo: Apresentar alguns recursos robóticos utilizados no cinema, como por exemplo, drones, carrinhos ou até mesmo estabilizadores de movimento, aproximando da origem na Robótica com um micro curso de movimentação de objetos com Arduino.

 

 

Roteiro para Games

Terça, 11/10, de 14h às 16h

Local: Escola Estadual José Leite Lopes – NAVE, Rua Uruguai 204, Andaraí (próximo à estação do Metrô Uruguai)

Público-­alvo: Amantes de cinematografia e games que gostariam de desenvolver técnicas para escrever e desenvolver seus próprios games.

Participantes: de 10 a 25

 

Descrição: Jogos digitais são considerados a linguagem do século XXI; e quando falamos em linguagem, pensamos em narrativa: suas origens, modelos, estruturas e transformações até se tornarem esse fenômeno que movimenta mais dinheiro do que a indústria fonográfica e do cinema. Mas o que diferencia games das narrativas tradicionais? Como produzir histórias e personagens significativos e envolventes? Os participantes aprenderão através de exercícios práticos esses e outros pontos.

Objetivo(s):

- Conceitualizar e apresentar os tipos de narrativa.

- Classificar seus elementos e estruturas.

- Evidenciar as diferenças e aspectos da narrativa nos games.