FUTURO

EM-BUSCA-DO-RISO-PERDIDO-Foto-Dani-Minervino-01-728x444

OI FUTURO APRESENTA ESPETÁCULO INFANTIL “EM BUSCA DO RISO PERDIDO”

6 de janeiro de 2015

· Peça do grupo Claurinas – As Palhaças Bailarinas mistura teatro e dança

· Estreia será dia 10 de janeiro no centro cultural no Flamengo

 

Rio de Janeiro, 05 de janeiro de 2015 – O Oi Futuro apresenta a partir de 10 de janeiro a peça infantil “Em Busca do Riso Perdido”, do grupo Claurinas – As Palhaças Bailarinas. O espetáculo, que mistura teatro e dança, traz um elenco todo composto de bailarinas profissionais que também atuam como palhaças: Karolyna Caneca, Michelle Loback, Thaísa Jatobá e Teresa Santos. A temporada vai até 8 de fevereiro.

A peça conta a história de três primas palhaças que moram juntas e recebem uma carta de uma tia anunciando sua visita. Ao chegar, a tia as surpreende com uma expressão séria e taciturna, pois não vê mais graça em nada. Assim, as três palhaças decidem sair pela cidade à procura do riso que, segundo elas, a tia perdeu em algum lugar no caminho. Em sua busca, elas passam por várias situações estressantes do cotidiano: fila, ônibus lotado, trabalho mecanizado, burocracia e trânsito. Até que, finalmente, encontram uma maneira de devolver à tia o seu riso.

Com texto de Alice Volpi, “Em Busca do Riso Perdido” combina o humor universal do clown e a beleza da dança, unidos para contar uma história leve e engraçada, mas ao mesmo tempo reflexiva, destinada a um público de todas as idades. A idealização do projeto e a direção são do ator, diretor e professor de teatro Marcos Ácher.
 
EM BUSCA DO RISO PERDIDO

Oi Futuro (R. Dois de Dezembro 63 – Flamengo), Nível 7
Temporada: de 10 de janeiro a 08 de fevereiro
Sábados e domingos, às 16h
Preço: R$ 15 (inteira)*
Classificação etária: Livre
*A meia entrada é vendida somente com a apresentação da carteirinha e/ou documentos de identificação no ato da compra

FICHA TÉCNICA:

Direção e Projeto Gráfico: Marcos Ácher
Argumento: Alice Volpi
Figurinos: Aline Ciafrino e Claurinas
Iluminação: Tadeu Freire
Ensaiador: Valdenir Corrêa
Ambientação Cenográfica e Adereços: Marcos Ácher e Claurinas
Trilha Sonora: Fernando Caneca e o Grupo
Elenco: Karolyna Caneca, Michelle Loback, Thaísa Jatobá e Teresa Santos
 
As CLAURINAS são:
 
- Karolyna Caneca (Leide Dãn): bailarina, coreógrafa, professora de Balé e palhaça. Formada em balé clássico pela Academia Déa Marcia e Solange Mary (Niterói). Fez também Escola de Dança Maria Olenewa (Theatro Municipal do Rio de Janeiro). Formada em Básico I com o mestre Luiz Nogueira do Royal Academy of Ballet. Dançou na Móbilis Cia. de Dança Contemporânea e na Spoudaios Cia. de Dança Contemporânea. Atualmente leciona dança clássica e jazz nas academias Claudia Araujo e Rose Mansur, em Niterói.

- Michelle Loback (Adelaide): bailarina, professora de educação física e palhaça. Formada em Educação Física pela UFRJ e instrutora de pilates, fez atletismo e nado sincronizado, além de balé com Renné Thompson (ESBA), Lúcia Helena Studio e no Núcleo de Dança e Movimento Thaisa Jatobá.

- Teresa Santos (Abigail Pescoço): bailarina, coreógrafa, psicomotricista, palhaça e professora de alongamento e balé. Formada pela Escola de Belas Artes da UFRJ, fez Escola de Dança Maria Olenewa (Theatro Municipal do Rio de Janeiro). Dançou com Regina Sauer, Elizabete Oliose, Nino Giovanetti, Heloisa Vasconcelos e Eugênia Feodorova. Participou de aulas em Nova York, na Broadway, STAPS Center e American Ballet Theatre.

- Thaisa Jatobá (Escarllet Pereireca): Bailarina, coreógrafa, professora de balé e palhaça. Dançou na Cia. de Ballet Jovem Helfany Peçanha, Cia.Expressões e Cia. Núcleo de Dança Camarim. Estudou Educação Física na Universidade Salgado de Oliveira e fez o Curso de Extensão em Dança da Faculdade Angel Vianna.

MARCOS ÁCHER – Idealização e Direção Geral:

Ator e diretor de teatro formado pelo Centro de Artes Calouste Gulbenkian/RJ, trabalhou em vários espetáculos, entre eles “Deuses do Olimpo, à nossa imagem e semelhança”, “Randevu do Avesso”, “O Bom Canário”, “Estranho Casal”, “Cabaret Melinda”, “O Baile” “Arlequim Servidor de Dois Patrões” e “Senhora dos Afogados”,“O Tiro que Mudou a História” e “Tiradentes – a Inconfidência no Rio”, as duas últimas de Aderbal Freire-Filho e Carlos Eduardo Novaes, sob direção de Freire-Filho, como integrante do Centro de Demolição e Construção do Espetáculo. Em teatro infantil atuou em “O Mistério de Feiurinha”, “Calendas de Primavera”, “A Inacreditável História de Marco Polo e Sua Exuberante Viagem ao Oriente”, “Ludi na TV” e “Quem Segura Esse Bebê?”, entre outros. Dirigiu os espetáculos “Deuses do Olimpo, à nossa imagem e semelhança”, “Uma Rapunzel do Meio da Rua”, “João-sem-medo”, “Bar Poesia” e “O Mensageiro” e “Faz de Conta”, pela Dadaê Companhia de Teatro, em conjunto com Carmen Frenzel. Ministra aulas de teatro desde 1989 e atua na televisão, incluindo participações nas novelas Boogie Oogie, Em família, Amor à vida, Sangue bom, Lado a lado, A vida da gente, Viver a Vida e outro.