FUTURO

971372_697317196948286_385830492_n

OI LEVA PHILL VERAS PARA TOCAR NO ROCK IN RIO

20 de setembro de 2013

O cantor maranhense Phill Veras, vencedor da seleção Banda da Galera, promovida pela Oi, patrocinadora oficial do Rock in Rio 2013, vai se apresentar, na sexta-feira (20/9), no Palco Sunset do Festival. O músico também acaba de assinar contrato com o selo Oi Música, criado com objetivo de desenvolver novos formatos de distribuição digital, além de lançar álbuns de novos artistas e também dos já consagrados, nacionais e internacionais.

Para celebrar a entrada de Phill Veras, o Oi Música está lançando o compacto “A Estrada”, com três músicas do cantor – “A estrada”, “Papo banal” e “O velho John dizia”, que está disponível no site do Rdio http://www.rdio.com/artist/Phill_Veras, serviço de streaming de música parceiro da Oi. A partir do dia 23 de setembro, estará disponível nas demais lojas digitais. O álbum completo será lançado em outubro.

Phill Veras e mais 20 bandas foram selecionados por grandes blogs de música e a decisão final ficou a cargo do músico Zé Ricardo, diretor artístico do Sunset, que escolheu Phill Veras como a Banda da Galera. Phill, que tem apenas 21 anos, se apresentará no palco Sunset no mesmo dia que tocam, em encontros especiais, The Gift + Afrolata, Mallu Magalhães + Banda Ouro Negro, Grace Potter and The Nocturnals + Donavon Frankenreiter e Ben Harper + Charlie Musselwhite.

Autodidata, Phill Veras compôs sua primeira música aos 14 anos e foi revelado na internet, lançando seu disco de estreia pelo portal Musicoteca. Seu trabalho foi um dos cem mais baixados, no ano passado, e o cantor foi eleito uma das dez revelações nacionais de 2012, juntamente com nomes como Clarice Falcão e Cambriana. Segundo o artista, muitas de suas canções são autobiográficas, “mas também gosto muito de trabalhar com a palavra solta sem a preocupação de retratar fatos reais ou ficção”. A sonoridade do jovem cantor o aproxima dos novos românticos da MPB, Marcelo Camelo, Cícero e Mallu Magalhães, com toques jazzy, de surf music e bossa, sob a bênção da melancolia do The Strokes. O repertório de seus shows é totalmente autoral, com influências que vão de Cazuza a Caetano Veloso e Chico Buarque. O cantor maranhense executa faixas de seu álbum e também interpreta músicas inéditas que devem estar em seu novo disco, cada vez mais solicitado pelos fãs e a ser lançado em breve.