FUTURO

19079546422_7ced8fb25a_o

Projeto “As Marruás Pantaneiras”, de Anastácio, é exibido no Programa Esquenta da Globo

28 de outubro de 2015

Um convite inesperado para participar do Programa Esquenta, da rede Globo, alterou a rotina das mulheres da AMINA (Associação de Mulheres Independentes na Ativa), da pacata cidade de Anastácio (MS). Por meio de reportagens na imprensa regional, a produção do programa soube do projeto –  que ensina culinária e artesanato para mulheres vítimas de violência doméstica,  e resolveu mostrar a iniciativa para todo o Brasil.

“A participação nos deu mais ânimo para continuar o trabalho. Graças a Deus coisas boas têm acontecido”, destacou Nilma Infran, atual coordenadora e uma das fundadoras da Associação, após o retorno das gravações do Programa da Regina Casé no Rio de Janeiro (RJ). Nilma conta que o programa enfocará o empreendedorismo e especialmente a superação dessas mulheres que chegaram a gravar um filme contando suas histórias.

Em 2014, o projeto “As Marruás Pantaneiras e seus doces caseiros” da Amina foi um dos 22 selecionados peloPrograma Oi Novos Brasis, do Oi Futuro, que valoriza a promoção da autonomia de pessoas e grupos comunitários através de ações em formação cidadã, participação coletiva e empreendedorismo.  Com o apoio do Oi Futuro e outras entidades, a Amina concluiu o plantio do viveiro de plantas frutíferas do cerrado que são utilizadas como matéria-prima para os doces, equipou a cozinha, inaugurou uma loja própria para comercialização dos produtos e ministra cursos itinerantes de culinária e palestras sobre o combate da violência doméstica em localidades próximas à Anastácio, incluindo aldeias indígenas.