FUTURO

DSC00004

TECENDO REDES DE SOLIDARIEDADE FORTALECE ECONOMIA SOLIDÁRIA ENTRE PRODUTORES E ARTESÃOS DE 25 MUNICÍPIOS CEARENSES

18 de dezembro de 2013

A Budegama, grupo de produtoras e artesãs de Fortaleza ligado à Rede Bodega, lança, no próximo dia 18 de dezembro, a Coleção “Mulher que Ama”. O evento será no Mercado dos Pinhões (Praça Visconde de Pelotas, Centro), das 17h às 21h, na 12ª edição do Festival de Arte e Cultura Alimentar. Com o tema “Mulher que ama”, o lançamento abrirá também espaço para a Amostra de Produtos da Rede Bodega, com exposição de bonecas, roupas, toalhas, colchas, panos de prato, crochê, bordado, richelieu, serigrafia, produtos agroecológicos e manipulação de alimentos. O lançamento faz parte do Tecendo Redes de Solidariedade, projeto da Cáritas Brasileira Ceará desenvolvido com o apoio do Oi Futuro, instituto de responsabilidade social da Oi, por meio do programa Oi Novos Brasis.

A nova coleção teve como inspiração a mulher cearense: forte, resistente, alegre, trabalhadora e criativa. O processo de elaboração e confecção das roupas é artesanal e coletivo, com ênfase não só na solidariedade e autogestão, mas no trabalho associativo e da criatividade das mulheres que moram na periferia de Fortaleza. As peças em tecido 100% algodão cru amaciado se transformam em linguagem, através dos bordados, pinturas e apliques dos vestidos, saias e blusas.

Projeto reúne produtores e artesãos de zonas urbanas e rurais de 25 cidades

Um grupo de 386 produtores e artesãos da região do semiárido cearense, incluindo as zonas urbanas e rurais de 25 cidades, faz parte do projeto Tecendo Redes de Solidariedade. O projeto atua nas regiões do Vale do Jaguaribe, Ibiapaba, Sobral e Fortaleza por meio da Rede Bodega. A rede promove cursos de formação e encontros de articulação com representantes das bodegas – comércio pequeno e popular – que vendem sua produção em feiras solidárias, com a finalidade de resgatar a cultura local. A iniciativa acontece em todas as sedes das quatro regiões.

A Rede Bodega foi criada em 2008 com o intuito de ampliar a produção coletiva das localidades onde existe este tipo de comércio. Os bodegueiros normalmente são agricultores e artesãos organizados em grupos produtivos e unidades familiares de produção que vendem em pontos fixos e em feiras solidárias. Uma das características da bodega é o resgate da relação do produtor com o consumidor, com características de confiabilidade, companheirismo e partilha. A bodega é mais que um estabelecimento comercial: é um ponto de encontro e conversa entre os amigos da comunidade.

Cáritas em defesa da vida

A Cáritas é um organismo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil que atua prioritariamente nas ações de defesa da vida e dos direitos humanos de grupos de catadores de material reciclável; crianças, adolescentes e jovens; gestão de riscos e emergências, convivência com semiárido e economia popular solidaria. No estado do Ceará tem se articulado com outros parceiros e atores para maior disseminação de experiências de sustentabilidade e efetivação do projeto de desenvolvimento solidário e sustentável amparado por princípios e valores de respeito à natureza e a vida humana a partir da autonomia dos grupos e comunidades acompanhadas.