FUTURO

Jovens Comunicadores da Amazônia democratizando o acesso à informação

Belém,  julho de 2015- Com o objetivo de promover o exercício da cidadania e estimular uma nova cultura de participação e mobilização social, protagonizada pela juventude, em 2013 o Instituto Universidade Popular (UNIPOP), iniciou o  projeto Jovens Comunicadores da Amazônia: Democratizando o Acesso à Informação, que conta com o apoio do Oi Futuro, instituto de responsabilidade social da Oi, através do programa Oi Novos Brasis.

Voltado a jovens com idade entre 15 a 25 anos, moradores da Região Metropolitana de Belém, o projeto contabiliza cerca de 80 jovens alcançados em duas turmas abertas. A experiência tem proporcionado a eles conhecimentos sociopolíticos e de políticas públicas aliados às ferramentas técnicas da comunicação. Dessa forma, espera-se que  possam contribuir para a transformação da realidade em que estão inseridos. O projeto tem carga horária total de 320 horas, distribuídas em 18 encontros, realizados aos sábados, intercalando momentos informativos/formativos na instituição e momentos de incidência na comunidade.

Para Patrícia Cordeiro, coordenadora do projeto, as ferramentas da comunicação têm sido fundamentais na mobilização social e política que os jovens vêm protagonizando em várias partes do mundo e no Brasil. Ela defende que os jovens moradores da periferia também precisam ser incluídos nesse processo.

“Percebemos que a população, sobretudo a juventude, foi para as ruas exigir mudanças. A mobilização, em quase todas as regiões do país, foi potencializada de forma espontânea, pelas redes sociais. O mesmo aconteceu em outros países. O que queremos é que a juventude da periferia também possa se apropriar dessas ferramentas”, disse Patrícia no início do projeto, em 2013, tomando como referência as jornadas de junho que estimulam o ativismo no cenário político brasileiro.

O projeto Jovens Comunicadores da Amazônia: Democratizando o Acesso à Informação tem duração de dois anos, dividido em duas turmas anuais, com carga horária de 160 horas cada. A primeira turma foi iniciada em 2013 e a segunda em 2014.