FUTURO

Rede Socioambiental e Cultural do Parauninha

Projeto apoiado pelo Oi Novos Brasis contribui para a ascensão social dos ribeirinhos do Parauninha
Crianças, jovens e adultos recebem formação profissional, acesso à informação e à tecnologia voltada à conscientização ambiental

 

Fortaleza – 2 de setembro de 2013 - Localizado a 175 quilômetros de Belo Horizonte, na região do Médio Espinhaço, o município mineiro de Conceição do Mato Dentro tem em sua zona rural um projeto social e ambiental desenvolvido por um grupo de biólogos da PUC Minas há quatro anos e que conta com o apoio do Oi Futuro, instituto de responsabilidade social da Oi, através do programa Oi Novos Brasis. Trata-se do projeto Rede Socioambiental e Cultural do Parauninha, que atende à população ribeirinha, oferecendo a crianças, jovens e adultos, formação profissional, acesso à informação e à tecnologia. “As diversas atividades de campo promovem conscientização ambiental, social e econômica aos moradores da região, fortalecendo a cidadania”, diz o biólogo André Rocha Franco, um dos membros da equipe liderada pelo professor Miguel Andrade.
Implantado em 2009, o Projeto Rede Socioambiental e Cultural do Parauninha se expandiu e hoje atende também a comunidade quilombola de Candeias e o distrito de Itacolomi, o maior e mais bem estruturado da região. Hoje, já são mais de 250 pessoas beneficiadas.
André Franco afirma que o apoio do Oi Novos Brasis foi fundamental para a continuidade e expansão do projeto: “Somente no distrito de Itacolomi atendemos a cerca de 200 alunos”, diz ele. “Nossa ideia é trabalhar em todas as comunidades da bacia do Parauninha”.
O biólogo destaca o papel que a comunidade exerce no projeto, uma vez que todas as ações são definidas a partir de demandas feitas pela população. Ele enfatiza também a importância da Associação Comunitária do Parauninha (Aspa), criada a partir da constatação da necessidade de se preservar a Serra do Intendente, ameaçada pela atividade mineradora na região.
A partir daí, começou a ser desenvolvido um plano de ação para atuar na preservação da cultura, recursos hídricos e outros elementos que compõem a vida no Parauninha e outras comunidades de Conceição de Mato Dentro. Nesse trabalho, André faz questão de destacar a participação do Ivan Luiz Mendes, ex-presidente e atual secretário da Aspa, um dos fundadores da Associação.
Atualmente, está em fase final a produção de um livro escrito pelos alunos das escolas sobre a história e a cultura do Parauninha, que ficará disponível inicialmente online, e um website, que pode ser acessado pelo endereço www.parauninha.org. O portal é alimentado pela própria comunidade, com orientação de três monitores selecionados entre os jovens participantes. Também está em fase final de realização um vídeo que mostrará a biodiversidade da região, bem como suas festas e folclore.

 

Além do projeto Rede Socioambiental e Cultural do Parauninha (“Rede Social para a Valorização dos Patrimônios Ambientais e Culturais em Região da Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço, entorno do parque Estadual da Serra do Intendente”), o programa Oi Novos Brasis contempla mais dois projetos em Minas Gerais: “Sustentabilidade na Vereda: Sol, Tecnologia e Biodiversidade no Rio Carinhanha” (Instituto Biotrópicos) e “Agentes quilombolas socioambientais: o turismo como geração de renda no Médio Jequitinhonha” (Centro de Documentação Eloy Ferreira da Silva – Cedefes).
Sobre o Oi Futuro
O Oi Futuro é o instituto de responsabilidade social da Oi, que emprega novas tecnologias de comunicação e informação no desenvolvimento de projetos de educação, cultura, esporte, meio ambiente e desenvolvimento social. Desde 2001, suas ações visam democratizar o acesso ao conhecimento e reduzir distâncias geográficas e sociais, com especial atenção à população jovem.
Na educação, os programas NAVE e Oi Kabum! usam as tecnologias da informação e da comunicação, capacitando jovens para profissões na área digital, fornecendo conteúdo pedagógico para a formação de educadores da rede pública, e fomentando o desenvolvimento de modelos inovadores. Já na área cultural, o Oi Futuro mantém dois espaços culturais no Rio de Janeiro (RJ) e um em Belo Horizonte (MG), com programação nacional e internacional de qualidade reconhecida e apreços acessíveis, além do Museu das Telecomunicações nas duas cidades.
O esporte é apoiado através de projetos aprovados pelas Leis de Incentivo ao Esporte, tendo sido a Oi a primeira companhia de telecomunicações a apostar nos projetos socioeducativos inseridos na Lei Federal. O programa Oi Novos Brasis completa seu escopo de atuação, reafirmando o compromisso do Instituto no campo da sustentabilidade, com o apoio e o desenvolvimento de parcerias com organizações sem fins lucrativos para a viabilização de ideias inovadoras que utilizem a tecnologia da informação e comunicação para acelerar o desenvolvimento humano.

 


Created with flickr slideshow.