FUTURO

Rede Tucum – Tecendo Comunicação Solidária

Comunicação, juventude e turismo comunitário são as palavras-chave do projeto Rede Tucum – Tecendo Comunicação Solidária

O projeto Rede Tucum – Tecendo Comunicação Solidária, realizado na Zona Costeira do Ceará pelo Instituto Terramar, com apoio do Oi Futuro através do Programa Oi Novos Brasis, tem como objetivo principal a qualificação dos jovens na comunicação e na gestão do turismo comunitário. Além disso, o projeto valoriza a produção, organização e cultura das comunidades que fazem parte da Rede e atuará junto às juventudes de 15 grupos de turismo comunitário em 11 municípios da zona costeira do estado. A finalidade é capacitá-las para operar tecnologias de comunicação e informação e produzir peças direcionadas aos públicos interno e externo.

Todas as ações do projeto visam fortalecer o turismo comunitário da Rede Tucum, em defesa do território, dos modos de vida e trabalho e do exercício de direitos das comunidades tradicionais costeiras. A ideia é envolver os jovens no turismo comunitário para que eles colaborem na criação de espaços de atuação e engajamento dentro de seu próprio território.

As formações previstas envolvem intercâmbios com outras experiências de comunicação realizadas por jovens, oficinas temáticas sobre comunicação popular e tecnologias de informação e comunicação, produção de notícias e articulação, implementação de rádios móveis no núcleo da Rede Tucum das comunidades de Tatajuba/Camocim, Caetanos de Cima/Amontada e Assentamento Maceió/Itapipoca, além da estruturação da comunicação da Rede.

As atividades beneficiarão diretamente as famílias que atuam no turismo comunitário, pescadores artesanais, produtores rurais da agricultura camponesa, artesão, estudantes e jovens participantes de associações comunitárias, totalizando 150 pessoas. Por sua vez, trabalhadores e organizações de pequenos pescadores artesanais, agricultores da agricultura familiar e produtores de algas marinhas, associações e grupos de mulheres e jovens artesãos e professores e estudantes de escolas da região, totalizando 12.200 pessoas, serão beneficiados indiretamente.