FUTURO

jeneci-lucasv

A.Nota promove a colaboração criativa na edição de 2017

10 de agosto de 2017

  • Marcelo Jeneci e Lucas Vasconcellos convidarão púlbico a participar de show de abertura de 25 de julho, primeiro encontro dos dois músicos
  • Com curadoria de Thiago Vedova, festival tem encontros musicais, em sua maioria inéditos, sempre às terças-feiras, até fevereiro de 2018

Rio de Janeiro, 25 de julho de 2017 – A edição de 2017 do Festival A.NOTA começa dia 25 de julho com um show de Marcelo Jeneci e Lucas Vasconcellos e a ideia de promover a colaboração criativa entre dois ou mais artistas em todos os seus encontros até fevereiro de 2018, no Teatro Ipanema. O festival aposta na troca como experiência artística, e promove uma combinação da criação independente de
diferentes artistas em apresentações únicas, onde a partilha de sonoridades, ritmos, arranjos e melodias fazem do show o cenário para a experimentação.

“A construção de um repertório coletivo, que valoriza o diálogo musical, é o motor dessa engrenagem, que tem na ‘vontade do fazer junto’ as performances que o público do Rio de Janeiro vai poder ver de perto nesta edição do festival”, explica Thiago Vedova, curador, produtor e idealizador do projeto. “Muitas delas únicas e inéditas”, acrescenta.

O show de Jeneci e Lucas, que abre a nova temporada do A.NOTA, terá pianos, sintetizadores, drum machines e guitarras construindo uma teia sonora inédita e original. Será uma experiência de improvisação de paisagens sonoras em tempo real, marcando a abertura e o conceito desta nova temporada do projeto.

O A.NOTA seguirá com uma programação de 22 encontros musicais que ocuparão praticamente todas as terças-feiras da cidade até fevereiro de 2018, com as próximas
datas já confirmadas, abaixo:

01/08 - Iara Ira
08/08 - Barbara Eugenia + Tata Aeroplano
15/08 - Sambas do Absurdo
22/08 - Marcos Suzano + Marcelo Vig
05/09 - Mundo Cordeiro (Felipe Cordeiro + Manoel Cordeiro)

Outros encontros previstos serão: Bem Gil + Davi Moraes + Matheus VK; Vulgue Tostói + Ventre; Kassin + Wado; Cesar Lacerda + Romulo Fróes; Biltre + Mohandas; Relógio de Dali + Pietá; Silvério Pontes + Antonio Guerra + Guinga; Luana Carvalho+ Pedro Luís; Noites do Norte + Felix Robatto; e Hurtmold + Paulo Santos.

A temporada de 2017 de A.NOTA será em um dos palcos mais emblemáticos da cidade, o do Teatro Ipanema – célebre pelos espetáculos e shows memoráveis nos anos 70 e 80 que, na música, marcaram o surgimento e a consolidação de nomes como Marina Lima e Cazuza.

Ao receber o A.NOTA, o Teatro Ipanema resgata sua tradição de palco para os talentos e novidades da música independente nacional. Sempre sintonizado com os movimentos de resistência cultural e reformado há pouco mais de um ano sob direção da ocupação artística Vem!Ágora, o teatro segue abrindo espaço para a experimentação artística contemporânea, com uma programação que mescla
espetáculos musicais e teatrais ao longo da semana.

FESTIVAL A.NOTA 2017 – PROGRAMAÇÃO

25/07 – Marcelo Jeneci + Lucas Vasconcellos

Pianos, sintetizadores, drum machines e guitarras construirão uma teia sonora que será constantemente sampleada e ressignificada pelo processamento de loops e efeitos que Vasconcellos usará na apresentação. Essa pesquisa é o foco do trabalho de Lucas, que encontra em Jeneci um instrumentista e compositor capaz de revelar em suas improvisações o material perfeito para essa articulação.
O show pressupõe a participação da plateia, que será convidada a interagir com o músico no palco com qualquer tipo de interação sonora: voz, áudios gravados em celulares, um solo em qualquer instrumento que estiver no palco etc. O material é imediatamente aproveitado e transformado.
Marcelo Jeneci - Em 2000, o pernambucano Manoel Jeneci – pai de Marcelo e autodidata que sempre ganhou a vida consertando aparelhos eletrônicos, eletrodomésticos e instrumentos musicais – soube pelos freqüentadores de sua oficina que Chico César procurava um músico para tocar sanfona e piano em sua turnê internacional. Marcelo tocava piano e treinava nas sanfonas que os clientes do pai
deixavam para consertar, mas não tinha seu próprio instrumento. O problema foi resolvido quando um dos habitués da oficina de seu Jeneci, Dominguinhos, resolveu presentear o menino com uma peça de sua coleção. Marcelo tirou passaporte e iniciou seu primeiro trabalho como músico profissional, com a sanfona do mestre, ao lado de Chico César, seu parceiro na faixa “Felicidade”, que, não por acaso, abre o primeiro disco do compositor, “Feito pra acabar” (2010). Com seu segundo disco, “De Graça” (2013), Jeneci tem colhido ainda mais frutos: o álbum foi indicado no Grammy Latino 2014 como “Melhor Álbum de MPB” e Jeneci ganhou o prêmio de “Melhor Compositor” de 2014 da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte). Depois do enorme sucesso do primeiro disco “Feito pra acabar” (2010), Marcelo Jeneci vem crescendo no palco e “De Graça” conquistando seu espaço.

Lucas Vasconcellos - Lucas Vasconcellos é multiinstrumentista, cantor e compositor atuante há 20 anos. Tem três discos solo – “Falo de Coração” (2014), “Adotar Cachorros” (2015) e “Silenciosamente” (2016) – e três gravados pela dupla carioca Letuce, (2009-2016), com a cantora Letícia Novaes. Lucas também fundou o coletivo Binário (2000), uma banda de rock experimental e eletrônico, e tocou com músicos como Rodrigo Amarante, Katia B, Lucas Santtana, Plínio Profeta, Orquestra Imperial, Alice Caymmi, Dado Villa-Lobos e Legião Urbana.

Serviço
Marcelo Jeneci & Lucas Vasconcellos
25 de julho, às 20h30
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (Meia)
Teatro Ipanema
Capacidade: 193 lugares
Classificação: livre
Rua Prudente de Morais, 824A – Ipanema
Telefone: (21) 2267-3750
teatroipanema.culturapresente@gmail.com
Facebook/TeatroIpanema