FUTURO

colaboramerica01

Oi apresenta a 2ª edição do ColaborAmerica no Brasil nos dias 23, 24 e 25 de novembro

24 de novembro de 2017

  • O maior festival de novas economias da América Latina discute inovação, tecnologia e modelos alternativos de economia e traz como tema central de sua programaçãInovar é Regenerar

 

  • Mais de 40 palestras e conversas nacionais e internacionais, além de workshops e ativações de empreendedores, feira de gastronomia e shows farão parte do intercâmbio de cultura e conhecimento, com patrocínio da Oi e apoio do Oi Futuro

Rio de Janeiro, 23 de novembro de 2017 – Você provavelmente já ouviu falar de termos como economia colaborativa, cultura “maker” e impacto social, mas talvez não saiba a fundo seus significados ou mesmo o que isso tem a ver com o dia a dia de empresas, de órgãos governamentais, do meio ambiente e até da sociedade. Após sucesso de estreia em 2016, que contou com mais de 230 especialistas de 21 países, o #ColaborAmerica realiza, entre os dias 23 e 25 de novembro, no Rio de Janeiro, a sua 2ª edição, reunindo no mesmo espaço líderes empresariais, políticos, ativistas e cidadãos interessados em contribuir de alguma forma com um modelo econômico mais consciente e mais colaborativo, para a América Latina. O encontro conta com o patrocínio da Oi e apoio do Oi Futuro.

A expectativa é receber mais de 6 mil pessoas em três dias de encontro, que este ano oferece com uma programação totalmente gratuita, entre dezenas de palestras e painéis, workshops de empreendedorismo, debates sobre novas economias e oficinas criativas. Um dos exemplos é a oficina para conhecer os alimentos nativos como Uvaia e Taiá. Alguns dos destaques dessa edição são as apresentações de Pedro Tarak, co-fundador e presidente do conselho do Sistema B, Soledad Nuñez, Ministra de Moradia e Habitat do Paraguai, Patricia Shaw, membro do conselho da Schumacher College e autora do livro “Complexity and Emergence in Organizations” e Ricardo Abramovay, professor de economia da Universidade de São Paulo e autor do “Muito Além da Economia Verde”. Segundo os organizadores, a ideia é promover uma intensa troca de possibilidades, compartilhar experiências que nos ajudem, como sociedade, a repensar os antigos modelos de desenvolvimento econômico.

“Passamos por uma crise de confiança generalizada entre instituições, governos, indivíduos e organizações, por isso, o conceito escolhido para esta edição foi a Responsabilidade Regenerativa, porque acreditamos que é preciso recriar as nossas relações nas mais diferentes formas. Afinal Inovar é regenerar”, afirma Manuela Yamada, uma das fundadoras do ColaborAmerica e representante do OuiShare no Brasil.

“O ColaborAmerica reforça o propósito da Oi e do Oi Futuro, que é melhorar a vida das pessoas e da sociedade por meio da inovação e da criatividade. Acreditamos que esse objetivo só pode ser alcançado com trabalho colaborativo e disseminação de práticas e conhecimentos em rede, e esse encontro fortalece essas conexões e inspira transformações”, diz Roberto Guimarães, gestor de Cultura do Oi Futuro.

 

Oi e Oi Futuro no ColaborAmerica

Para além do patrocínio, a Oi e o Oi Futuro estarão no ColaborAmerica compartilhando experiências, projetos e ideias para transformar a vida das pessoas e da sociedade para melhor. A Oi montou uma ampla estrutura de telecomunicações e TI para atender público, participantes e imprensa durante todo o evento.

Já no primeiro dia do evento, o Oi Futuro participa do debate “A inovação que vem da cultura”, às 14h50, na Plenária Maria Bonita, em que fará o lançamento oficial da 15ª edição do Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados. O programa destina recursos para financiamento total ou parcial de projetos aprovados em leis estaduais de incentivo à cultura seguindo duas linhas de seleção: uma para iniciativas de todo o país e outra voltada para a programação dos espaços culturais do Oi Futuro no Rio de Janeiro. As inscrições ficarão abertas de 24 de novembro a 12 de janeiro de 2018.

No sábado, às 15h30, a Oi participa da mesa “Negócios disruptivos e o desafio das grandes empresas”, em que o gerente de Novos Negócios da companhia, Alexandre Castro, vai compartilhar a experiência do Oito, hub de empreendedorismo e inovação lançado pela Oi este ano. A companhia também marca presença no evento com uma demonstração de soluções de mobilidade urbana desenvolvidas para o segmento B2B, utilizando dados para transformar o dia-a-dia nas cidades.

O NAVE (Núcleo Avançado em Educação), programa do Oi Futuro que forma jovens para as economias digital e criativa, leva ao ColaborAmerica os workshops “Fluxovida”, na quinta, dia 23 de novembro, às 11h30, e “Viagem ao futuro”, no sábado, 25 de novembro, às 11h30, ambos oferecidos por professores e estudantes do NAVE. O primeiro workshop mostra como construir e usar fluxogramas para aprimorar processos nos negócios e em atividades do dia-a-dia. Já o segundo apresenta práticas de desenvolvimento de soluções para desafios e de inteligência de grupo.  

O Oi Futuro também é responsável pela curadoria de artes visuais do evento, que vai espalhar pelo espaço do evento obras de diversos videoartistas brasileiros, como Heleno Bernardi, Katia Maciel e Adriana Barreto. O instituto de responsabilidade social da Oi ainda marca presença na mesa “Educação e direitos humanos”, dia 24 de novembro, às 19h20, em que Carla Uller, gestora de Educação e Inovação Social do Oi Futuro, atuará como mediadora. 

 

Cultura mais presente na edição de 2017

Fundamental para o desenvolvimento da nova economia, a cultura está ainda mais presente na edição de 2017. O Espaço Arte e Cultura terá um palco exclusivo para três shows diários. A diversidade será a marca principal. A multiplicidade da cultura brasileira será representada pelos convidados de todos os locais do país, destaque para os artistas da Região do Porto do Rio, que vão passear por diferentes gêneros e estilos musicais.

A proposta é apresentar a cultura como motor para o funcionamento da economia, reafirmando a identidade da população, e se aproximando cada dia mais do cotidiano de todos os brasileiros. Ir além do âmbito acadêmico, integrando símbolos e signos de todas comunidades, tendo a cultura como papel central de superar os desníveis sociais, construindo uma nação que seja tolerante e democrática.

Para Tomás de Lara, curador do ColaboraAmerica, esse é um encontro ideal para pessoas que estão cansadas da velha maneira de pensar a sociedade. E querem ideias, espaço, oportunidades e iniciativas diferentes para colaborar mais como indivíduo, seja na iniciativa privada, seja nas organizações sociais, governamentais ou mesmo como consumidores e agentes econômicos. “Vamos promover uma verdadeira maratona de conhecimento para conectar pessoas e ideias. Nesta edição, queremos mostrar como nós, nas mais diferentes funções, podemos adotar práticas de responsabilidade regenerativa no dia a dia”, avalia Tomás, que também é um dos líderes do Sistema B Brasil.

 

Vídeo institucional ColaborAmerica 2017: https://www.facebook.com/colaboramerica/videos/1902600689992769/

 

A programação completa estará em breve disponível no site do evento em http://colaboramerica.org/

 

Serviço:
Data: 23, 24 e 25 de novembro de 2016
Horário: das 10h às 22h
Local: Hub Rio, Av. Prof. Pereira Reis – Santo Cristo – RJ

 

Sobre o ColaborAmerica 2017 

O ColaborAmerica 2017 é uma realização do OuiShare, do Sistema B e da MateriaBrasil. Assinam a co-realização do evento a Agência Rastro, o Olabi e a Perestroika.

Selecionado no Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados 2017/2018, a 2ª edição do Festival tem o patrocínio master da Oi, do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Secretaria de Estado de Cultura, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, o patrocínio da OLX e do Instituto C&A, e o Apoio Cultural do Oi Futuro e do Sebrae.

O evento, produzido pela D+3, conta ainda com a atuação das empresas Nua, Elaborando e Fértil como parceiros estratégicos; o apoio fundamental dos Consulados da França e da Holanda, do CIEDS, do Impact Hub, do Cabify, da Europa, e da Agência Juntos, bem como a parceria institucional do Instituto Igarapé, FIIS, Ficoo, Benfeitoria, Hub RJ, BMW Foundation, ITS, Social Good Brasil, NESI, Lab60+, EcoSocial, Yunus Negocios Sociais BR, Coro Come e Shareable.

 

Sobre o Oi Futuro

O Oi Futuro promove, apoia e desenvolve ações inovadoras e colaborativas para melhorar a vidas das pessoas e da sociedade. Com a atuação nas frentes de Educação, Cultura, Inovação Social e Esporte, o instituto acelera iniciativas que potencializam o desenvolvimento pessoal e coletivo, fomentam experimentações de inovação e estimulam conexões.

Na Educação, o Oi Futuro investe em modelos inovadores para inspirar novas formas de aprender e ensinar. O NAVE (Núcleo Avançado em Educação) forma jovens para as economias digital e criativa, com foco na produção de games, aplicativos e produtos audiovisuais. O programa, desenvolvido em parceria com as Secretarias de Estado de Educação do Rio de Janeiro e Pernambuco, oferece ensino médio integrado. Além de obter formação voltada para a indústria criativa e digital, os estudantes do NAVE são incentivados a desenvolver o espírito empreendedor e a estabelecer suas primeiras conexões profissionais, por meio de projetos e eventos de integração com o mercado de inovação.

Na área Cultural, o instituto atua como um catalisador criativo, impulsionando pessoas através das artes, estimulando a produção colaborativa e promovendo o acesso à cultura na era digital. O Oi Futuro mantém um centro cultural no Rio de Janeiro, com uma programação que valoriza a produção de vanguarda e a convergência entre arte contemporânea e tecnologia, além da gestão do Museu das Telecomunicações e de sua Reserva Técnica, pioneiro no uso da interatividade no Brasil. O Instituto também realiza o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, que seleciona projetos em todas as regiões do país por meio de edital público.

Na Inovação Social, o Oi Futuro viabiliza projetos empreendedores inovadores que trazem propostas para solucionar desafios atuais das cidades, contribuindo para o desenvolvimento da sociedade. O Oi Futuro também aposta em projetos esportivos que conectem pessoas e promovam a inclusão e a cidadania.